Dicionário dos investimentos: entenda termos importantes do mercado financeiro

Você já reparou como, às vezes, o mercado financeiro parece uma sopa de letrinhas? Existem muitos jargões e conceitos específicos que podem confundir até quem já tem experiência ao investir. Por isso, a melhor solução para evitar dúvidas é entender as expressões mais importantes.

Assim como acontece no português ou em qualquer idioma, a dúvida sobre o que significa uma palavra do mercado financeiro pode ser resolvida por um guia. Com essa ferramenta, será muito mais fácil se preparar para fazer suas aplicações.

Está preparado? Continue a leitura e confira nosso dicionário dos investimentos!

Ações

As ações são como pedacinhos de uma empresa. Quem adquire esses papéis na bolsa de valores começa a participar dos resultados da companhia e pode lucrar com a valorização desses ativos ou com a distribuição de alguns benefícios, os dividendos, por exemplo, chamados de proventos ou até mesmo ter prejuízo caso o preço das ações caia no mercado.

Banco de investimentos

É uma instituição financeira privada que fornece a pessoas físicas e empresas acesso aos investimentos disponíveis no mercado, financiamentos e administração de recursos de terceiros. Não possuem contas correntes.

Blockchain

O blockchain é uma espécie de livro de registro descentralizado e à prova de violação e serve para formalizar operações virtuais, montando uma cadeia de blocos com informações. Esse é um protocolo bastante utilizado no mercado de criptomoedas.

Bolsa de valores

A bolsa de valores funciona como uma espécie de feira. Isso porque esse é um mercado organizado, onde vendedores e compradores de investimentos se encontram em um ambiente online. A bolsa brasileira é a B3 — sigla para Brasil, Bolsa, Balcão. Nela, é possível negociar ações, cotas de alguns fundos de investimentos, como os Fundos Imobiliários os ETFs e muito mais.

Carteira de investimentos

Sua carteira física é onde você guarda o seu dinheiro, cartões e documentos, certo? A carteira de investimentos, também chamada de portfólio, é uma representação das suas escolhas no mercado financeiro. Isto é, os títulos de renda fixa, ações, cotas de fundos e outros investimentos que você possui.

Criptoativos

São ativos digitais que funcionam com base na criptografia. Entre os criptoativos mais famosos estão as moedas digitais, como o bitcoin, e os tokens não fungíveis (NFTs).

Criptomoedas

As criptomoedas são moedas digitais que funcionam como algoritmos ou códigos de computador. Elas não têm lastro físico, ou seja, existem apenas no ambiente virtual. Esses tipos de moedas também são descentralizadas e, por isso, não são controladas por um governo ou entidade.

Corretora de valores

Assim como o banco de investimentos, essa é uma instituição financeira que age como uma ponte entre os investidores e o mercado financeiro. Por meio da corretora, é possível acessar e realizar diferentes investimentos e negociar os ativos disponibilizados na B3, como as ações, por exemplo.

Custódia

Corresponde a um serviço voltado para a guarda de valores mobiliários. O agente de custódia fica responsável por armazenar e manter os seus investimentos, como se fosse um estoque. Um exemplo de agente custodiante são as corretoras de valores e os bancos de investimentos.

Day trade

É um tipo de especulação, normalmente realizada no ambiente da bolsa de valores. No day trade, as operações (com ações, por exemplo) sempre começam e terminam no mesmo dia. O objetivo de quem faz esse tipo de negociação é aproveitar as oscilações diárias de preços para buscar lucros no mercado no curtíssimo prazo.

DeFi

Sigla para finanças descentralizadas, DeFi representa os serviços financeiros que usam o blockchain para funcionar. Fazem parte do DeFi opções como empréstimos e transferências financeiras que ocorrem fora do mercado financeiro tradicional.

Diversificação

É uma estratégia que consiste em escolher investimentos com riscos e características diferentes. Esse é o termo técnico ligado ao jargão popular muito utilizado no mercado financeiro que diz para “não colocar todos os ovos na mesma cesta”.

FGC

Sigla para Fundo Garantidor de Créditos, o FGC é uma entidade sem fins lucrativos que oferece proteção para a aplicação na maioria dos produtos bancários. O FGC ressarce os investidores que não receberem o pagamento prometido pelos emissores dos títulos protegidos, observando os limites estabelecidos. A garantia oferecida pelo FGC é de R$ 250.000,00 para cada CPF por conglomerado financeiro, limitados a R$ 1.000.000,00 a cada 4 anos.

Fundos de investimento

São veículos financeiros coletivos e funcionam como condomínios. Cada investidor adquire cotas de participação e há um gestor profissional que movimenta o dinheiro do fundo, de acordo com uma estratégia definida no regulamento.

Home broker

É um sistema de operações que permite a negociação dos valores mobiliários disponíveis na bolsa de valores. O home broker funciona como uma plataforma e permite que você mesmo efetue suas negociações pela internet, colocando as ordens de compra e de venda.

Liquidez

É um indicador que mede a velocidade para transformar um investimento em dinheiro sem uma perda muito grande de valor. Por exemplo: como vender um imóvel costuma ser mais demorado, dizemos que ele tem baixa liquidez. Já uma ação de uma grande empresa pode ser mais líquida, pois pode ser vendida diariamente na bolsa.

Mercado financeiro

Representa o ambiente de negociação de ativos, derivativos, câmbio etc. É nele que ocorrem as operações de investimentos. Portanto, o mercado financeiro envolve todo o universo de investimentos e os seus participantes, como investidores e emissores.

NFTs

Sigla para tokens não-fungíveis, eles servem como certificados de autenticidade de ativos digitais, como ilustrações, moedas de jogos (gamecoins) e mais. É como se fosse o certificado de autenticidade de uma obra de arte, mas aplicado a criptoativos.

Perfil de investidor

Indica o nível de tolerância ao risco que você pode ter nos investimentos. O perfil de investidor, em geral, se divide em conservador, moderado e arrojado — em ordem crescente de apetite aos riscos na hora de investir.

Renda fixa

É a classe de investimentos que tem regras conhecidas de retorno e previsibilidade sobre os ganhos. Os investimentos de renda fixa são considerados mais seguros e têm retorno limitado.

Renda variável

É a classe de investimentos que não apresenta garantia sobre o retorno. A renda variável é o oposto da renda fixa e pode apresentar maior potencial de ganhos devido aos riscos mais elevados.

Renda ativa

É o dinheiro que você obtém como resultado do seu esforço direto. O maior exemplo de renda ativa é o salário que você recebe após trabalhar ao longo do mês.

Renda passiva

É o valor que você recebe sem precisar trabalhar diretamente por esse montante. Os ganhos gerados pelos seus investimentos são exemplos de renda passiva.

Rentabilidade

É a medida do resultado de um investimento. Se a rentabilidade for positiva, representa ganho. Se for negativa, ela indica perda. Por exemplo: se você investir R$ 1.000,00 e sacar R$ 1.200,00 ao final, a rentabilidade foi positiva em 20%.

Tesouro Direto

Programa criado em 2002 para facilitar o acesso das pessoas físicas aos títulos públicos emitidos pelo Governo Federal brasileiro.

Títulos públicos

São os títulos emitidos pelo Tesouro Nacional para o Governo Federal captar recursos. Eles se dividem em três tipos principais: Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA. Esses títulos podem ser comprados pelas pessoas físicas por meio do Tesouro Direto.

Valores mobiliários

São títulos ou ativos negociados no mercado financeiro e que podem ser emitidos por empresas privadas ou pelo governo. Entre os valores mobiliários, estão títulos de renda fixa e ações, por exemplo.

Com esse dicionário de investimentos, você tem à mão o significado de muitos termos importantes do mercado. Assim, em vez de quebrar a cabeça tentando decifrar as expressões, você poderá se dedicar a investir!

Esse artigo foi útil para você? Se quiser conhecer o significado de alguma palavra que não está no dicionário, deixe um comentário!

Fonte: Como Investir – Ambima

Você precisa estar logado para avaliar este conteúdo. 🙂



1 de julho de 2022

1 respostas em "Dicionário dos investimentos: entenda termos importantes do mercado financeiro"

  1. nsssa agora com essa riqueza de informação é preciso se preparar a qual investimento dez.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2021 - BRF Previdência - Todos os direitos reservados | Plataforma powered by MIRADOR
Gire a roleta da fortuna!
Kindly get back to your previous orientation view... your wheel is rolling there...

Você ganhou pontos grátis
Roleta da Fortuna chance especial desbloqueada!
Sua vida financeira não é uma roleta da sorte, ela precisa de planejamento e disciplina. Mas aqui você pode brincar e ganhar pontos. Afinal, um pouco de sorte também cai bem, né? Gire a roleta e boa sorte!
*Você pode girar a roda apenas uma vez por mês.
Você precisa estar logado para girar a roleta!